Preparados para o futuro, estamos aqui para que você seja reconhecido.

+55 (19) 3422.1523 | 3422.4896 contato@imagenet.com.br

Os Desafios da Geração Y no Mercado de Trabalho

Nunca o mercado de trabalho esteve tão competitivo como atualmente

Imagenet Tecnologia Por Imagenet Tecnologia
17/07/2017 às 09:10

Os Desafios da Geração Y no Mercado de Trabalho

Nunca o mercado de trabalho esteve tão competitivo como atualmente. Cada vez mais aparecem oportunidades que requerem qualificações acima das expectativas, e em relação a outras gerações, a geração Y está muito mais preparada para o mercado e com chances de oportunidades mais valiosas do que antigamente.


Mas apesar de mais preparados profissionalmente, a geração Y chega ao mercado de trabalho sem experiência de vida e muitas vezes com comportamentos que deveriam ser evitados em um ambiente corporativo. Além disso, encontram desafios que colocam em situações que gerações passadas não encontrariam dificuldade.


Neste artigo, vamos entender quem são os profissionais da geração Y, o que eles têm a oferecer para o mercado além de seus pontos negativos, e como as empresas devem olhar esse profissional e trabalhar com ele.

 

MILLENIALS


Outro nome usado para se referir a geração Y, os Millenials nasceram entre 1980 e 1990, sendo que alguns pesquisadores ampliam essa margem até 1995. Pessoas nascidas nesse período, tiveram uma mudança gigantesca de mundo, em relação as gerações anteriores como por exemplo:

  • Tiveram uma infância com mais restrições, principalmente nas grandes cidades por conta do aumento da violência;
  • Ambiente familiar mais diversificado e menos estruturado em alguns casos;
  • Mais investimento em estudos e início da vida profissional mais tardia;
  • Expostos a mais informação, com o aumento da tecnologia.

Esses fatores contribuem positivo ou negativamente no relacionamento que a geração Y tem em relação ao mercado de trabalho, pois a forma de educação, (tanto familiar quanto social e de instrução) assim como o tamanho do conhecimento e exposição destes diante das milhares possibilidades tecnológicas, influenciam nas profissões escolhidas, também na maneira como esses profissionais se comportam diante do mercado e quais as atitudes nas empresas, assim como a forma que essas corporações enxergam esse novo perfil de profissional.

GERAÇÃO Y: MAIS QUALIFICADA E MENOS PREPARADA


Os Desafios da Geração Y no Mercado de TrabalhoA geração Y tem um ponto positivo e um grande diferencial em relação as gerações anteriores: são mais qualificados em relação a educação escolar. Jovens dessa fase, buscaram mais cursos extracurriculares, que em tese, elevaram seus conhecimentos como ensino de idioma ou especialização técnica na área pretendida, antes mesmo de uma faculdade.


Além disso, depois da faculdade, a pós tem sido uma busca cada vez maior e também um segundo curso superior, mostrando que em relação a gerações passadas, a geração Y está mais qualificada teoricamente. Porém, apesar de um currículo de peso, no que diz em relação a experiência prática, a situação muda de figura.


Segundo o IBGE, mais de 20% dos jovens entre 18 e 25 anos estão desempregados, ou seja, um número alarmante que mostra que nem sempre currículos aparentemente irresistíveis, são tão tentadores. A falta de experiência de muitos profissionais, acaba sendo um ponto que muitas empresas evitam, para não gastar com treinamento, e investem apenas, oferecendo um valor muito abaixo do que o currículo sugere.

 

INDICIPLINADOS MAS TALENTOSOS


Outro ponto que mostra um diferencial da geração Y em relação as anteriores, é o fato de que as pessoas desse período são mais emotivas e tendem a ser mais inconstantes nos empregos por onde passam. 


Especialistas mostram que a geração Y é mais teimosa e carrega uma carga emocional forte, que muitas vezes aparece em atitudes desagradáveis na empresa e com colegas e que muitas vezes pode ser interpretada como algo negativo em relação ao profissional.


Além disso, a geração Y é mais inconstante e fica menos tempo fixada em uma só empresa. Enquanto a geração X ficava mais de 10 anos em uma mesma empresa, os millenials ficam a metade. 


O ponto negativo dessa inconstância, é o fato de não fixar raiz e criar um vínculo com a empresa, em contrapartida, o profissional acaba conhecendo novos sistemas, métodos e pessoas, o que se torna algo positivo para a carreira a longo prazo.

GERAÇÃO Y: O DESAFIO DAS EMPRESAS

Os Desafios da Geração Y no Mercado de Trabalho

O desafio do mercado em relação a geração Y não deve ser visto apenas como algo relacionado aos pontos negativos do perfil desses profissionais, mas também o positivo. Apesar de ansiosos, inconstantes e emotivos, a geração Y sabe trabalhar em equipe, é mais criativa e qualificada, além de ser muito mais antenada e com um raciocínio rápido, que capta facilmente informações e da mesma forma repassa com agilidade.


As empresas estão mudando, flexibilizando seus horários e modo de atuar, para atender uma demanda cada vez mais diversificada e informada e para isso, os profissionais da geração Y são essenciais para entender esse perfil de consumidor, pois os próprios fazem parte e entendem como devem impactar a nova sociedade com produtos e serviços.


As empresas precisam se preparar para atender o perfil inovador da geração Y, mas sem abrir mão de seus valores e próprio perfil como organização. Em contrapartida, a geração Y precisa estar apta aprender e ser mais paciente, mesmo que os tempos e as tecnologias diga o contrário.

E sua empresa, está preparada para atuar com a geração Y? E como você millenials percebe o mercado atual? Deixe sua opinião e esteja sempre ligado em nossas postagens. 

e: 0,0070